[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_tjqy"]

como-fazer-horta-em-casa

Como fazer uma horta em casa em 4 passos

Antigamente era muito comum ter horta em casa, era um sinônimo de comer bem e economizar. Infelizmente, a falta de espaço e o jeito moderno de viver foram afastando as pessoas desse antigo costume, principalmente nas grandes cidades.

Muita gente hoje nem imagina como fazer uma horta em casa…

Já sabemos que a horta em casa pode garantir uma boa alimentação, com mais comida de verdade livre de agrotóxicos na mesa. Além de ser maravilhoso para a nossa saúde, é uma forma de interagir mais com a natureza e um excelente passatempo para adultos e crianças.

A boa notícia é que é possível resgatar essa prática de ter uma hortinha sem precisar de muito espaço. Por isso, trouxe para você hoje um guia básico de como fazer uma horta em casa em 4 passos!

Como fazer uma horta em casa: 4 passos

Passo 1: escolha o que plantar

Sua horta em casa será um sucesso se você planejar. Caso contrário, não adianta sair comprando mudas e sementes sem antes pensar sobre o que plantar e onde plantar, que as chances de dar errado são grandes.

Como falei, espaço não é problema quando pensamos em fazer uma horta em casa. Hortaliças e ervas são plantas pequenas de raízes curtas, que não necessitam de muito espaço.

Alguns exemplos de hortaliças e ervas práticas para cultivar em casa:

  • Raízes: cenoura, batata, rabanete, batata doce, beterraba.
  • Bulbos: alho-poró, alho, cebola.
  • Frutos: tomate, tomate cereja, berinjela, pepino, jiló.
  • Flores: couve flor, brócolis, capuchinha.
  • Folhas: alface, rúcula, agrião, couve.
  • Ervas: manjericão, hortelã, salsa, cebolinha, tomilho, capim-limão, alecrim, coentro.

Vale lembrar que cada espécie tem as suas características, sazonalidade e necessidades de cuidados. Nem sempre dá para plantar tudo que você quer ter em casa ao mesmo tempo, mas é possível escolher as plantas da mesma época para começar.

Agora, se você não tem muita habilidade com plantas, mas quer ter uma horta em casa, comece com as ervas.  Ter ervas frescas sempre à mão já vai mudar bastante os cardápios do dia a dia, garanto!

Para quem quer uma horta orgânica (aproveite para ver o que é alimentação orgânica), plantar uma diversidade de espécies diferentes próximas umas das outras é uma boa. Isso evita a proliferação excessiva de uma única espécie de inseto na sua horta, sem precisar usar pesticidas. Esse controle biológico vai garantir que sua produção caseira seja 100% livre de agrotóxicos.

Bom esse foi o primeiro passo de como fazer uma horta em casa. Vamos para o segundo?

Passo 2: escolha onde plantar

É possível montar uma horta em qualquer lugar desde que bata uma quantidade mínima de 3 a 4 horas de sol por dia no local escolhido. Vale tudo, lajes, sacadas, parapeito das janelas e até na parede (horta vertical) para ter a sua horta em casa.

Importante: observe se no local escolhido venta muito, isso é típico de sacadas de apartamento, por exemplo. O vento em excesso pode ser um problema para as plantinhas e ressecar muito a terra, principalmente se não houver uma boa cobertura com material seco. Tome cuidado de segurar os potes para eles não caírem da janela.

Se você tiver um jardim ou quintal, dá para montar pequenos canteiros para o plantio direto na terra. Caso não haja espaço, diversos tipos de vasos, floreiras ou recipientes podem ser úteis para plantar.

Você pode até reutilizar materiais que seriam descartados, como garrafas pet, caixotes de madeira/plástico, panelas e até a casca do coco.

Use sua criatividade e reaproveite!

Passo 3: mãos na massa, vamos plantar!

Então chegamos ao terceiro passo de como fazer uma horta em casa!

Após planejar o que plantar e onde, você irá precisar dos seguintes itens para pôr a mão na massa:

  • Vasos adequados, tem varios tamanhos e texturas
  • Terra adubada pronta para plantio: você pode comprar pronta, ou montar a sua misturando terra preta, areia e adubo orgânico na proporção 1:1:1
  • Sementes ou mudas das plantinhas escolhidas
  • Cobertura seca: folhas secas, palha, casca de pinus ou serragem para proteger a terra do ressecamento excessivo
  • Ferramentas: alicates de poda, pazinhas, luvas, regador, borrifador, etc
  • Manta para jardinagem e argila expandida/isopor/rolhas/pedras/cacos de telha: para a drenagem do recipiente, caso o plantio não seja no solo.

Para o plantio de sementes, o ideal é que você faça primeiro um “berçário” para as sementinhas nascerem antes de transportar para o vaso em que irão crescer. Você pode usar uma sementeira (encontrada com facilidade em lojas especializadas) ou reutilizar uma caixa de ovos.

É só preencher os espaços com a terra e, com a ponta do dedo mindinho, abrir um pequeno buraco para as sementes e depositá-las. Em seguida fechar o buraco com pouca terra, como se fosse “salgar a comida”. Mantenha a sementeira sempre úmida regando com um borrifador.

Devo ressaltar que cada espécie de planta tem um tempo para ficar na sementeira até ser transportada. Esse passo a passo de como fazer uma horta em casa é geral para quem quer começar, portanto, é crucial que você se informe sobre os detalhes dos cuidados específicos das plantinhas que escolheu antes de plantar.

Dica: se quiser não precisa transplantar, você também pode comer os brotos das plantinhas. Brotos de feijão, lentilha, beterraba, entre outros, são uma delícia e podem ser uma salada diferente. Experimente! É uma forma criativa de como fazer uma horta em casa!

No caso das mudas, na hora de plantar é preciso dar espaço suficiente para o crescimento – principalmente se você for plantar mais de uma muda em uma mesma área.

Em geral, 5 à 10 cm é suficiente entre um buraco e outro, mas é importante verificar o que é recomendado para a espécie que você escolheu.

Para fazer o canteiro no solo, aqui vão as instruções:

  1. Revolva toda a terra com a ajuda de uma pá. A terra deve ficar com aspecto bem “fofa”.
  2. Cubra com uma camada de terra adubada e abra buracos com mais ou menos 10 cm de diâmetro e até 15cm de profundidade (dependendo do tamanho da muda).
  3. Retire a muda da embalagem em que estiver. Se precisar, aperte o torrão de terra para deixar as raízes mais aparentes.
  4. Transfira a muda para o buraco, verificando se todas as raízes ficaram abaixo da superfície.
  5. Cubra o que sobrou do buraco com a terra adubada e aperte um pouquinho para fixar a muda.

Já o plantio em vaso ou outro recipiente é mais simples:

  1. Primeiro, certifique-se de que o recipiente que você escolheu tenha furos para drenar o excesso de água.
  2. Depois, faça a camada de drenagem no fundo do recipiente – argila expandida (ou outro material) + manta de drenagem. Essa camada não precisa ser muito alta, ok? Se não você não terá espaço suficiente para a planta crescer.
  3. Em seguida, adicione uma camada de terra (sempre observando as proporções para não faltar espaço) e a muda.
  4. Complete com terra e aperte um pouquinho para fixar a planta.

Após plantar, seja no solo ou no vaso, você já pode finalizar com a cobertura seca que escolheu e regar a sua horta pela primeira vez.

Vamos para o último passo de como fazer uma horta em casa?

Passo 4: cuidados diários

A horta precisa ser irrigada diariamente, e os melhores horários para tal são pela manhã ou no final da tarde. Não é preciso encharcar as plantas, você saberá que é o suficiente quando a terra ficar úmida e grudar na ponta do dedo.

Outro ponto importante é não molhar os vasos e recipientes até escorrer água. Isso acaba levando embora nutrientes da terra que são importantes para as plantinhas.

Em contrapartida, se você perceber como o tempo que a terra está ficando muito ressecada, é interessante revolvê-la com auxílio de uma pazinha.

Esse procedimento facilita a entrada de água e ar na terra, importante para o desenvolvimento das plantas.

Plantas como tomate e pepino, necessitam de uma ajudinha para crescerem sem que os seus frutos encostem na terra. Por isso, é importante amarrá-las em uma estaca de madeira ou bambu e ir guiando para onde você quer que elas cresçam.

Algumas espécies duram mais tempo na horta e demoram para serem consumidas, então é interessante adubar com um pouco de adubo orgânico depois de 4 a 6 meses do plantio.

Dica: você pode fazer seu próprio adubo em casa com a compostagem de restos de alimentos crus como cascas de frutas e legumes, restos de verduras, casca de ovo.

Só não use alimentos prontos ou cozidos, ok?!

As ervas como a salsa, a cebolinha e o tomilho duram em torno de um ano, por exemplo. Outras espécies são perenes, como o alecrim, que forma um arbusto mais lenhoso.

E não fique triste se suas ervas não durarem mais de um ano, não é culpa sua. Faz parte do ciclo natural da espécie. Aproveite bem suas ervas e hortaliças incrementando seus pratos e, sempre que precisar, renove a sua hortinha.

E aí, já está animado para começar?

Espero que eu tenha lhe ajudado a entender como fazer uma horta em casa com esses 4 passos!

Uma dica final de saúde para você que já sabe como fazer uma horta em casa!

Além de criar a sua horta, talvez você esteja buscando um acompanhamento mais próximo e profissional para comer melhor e fazer as pazes com a comida. Se for esse seu caso, eu recomendo você conhecer meu curso online Efeito Sophie.


Nele, eu não vou falar sobre as últimas dietas da moda, alimentos milagrosos e fórmulas mágicas de emagrecimento – até porque não acredito em nada disso.

Ao invés, eu vou te ajudar a fazer as pazes com a comida e o corpo, e identificar o seu comportamento e relacionamento diante da comida, chegando ao seu peso saudável por consequência.

A minha missão é fazer com que você possa encarar a alimentação como algo prazeroso, sem estresses e muito menos culpa.

Com algumas dicas práticas, você poderá alcançar o SEU peso saudável, de forma gradual e duradoura.

→ Se inscreva e comece hoje mesmo o curso online Efeito Sophie! ←

Vamos juntos nessa?

E aí, gostou das nossas dicas de como  fazer uma horta em casa? Se sim, provavelmente vai gostar destas outras dicas aqui que separei para você:

  1. Quais tipos de alimentação saudável são mais eficazes?
  2. O que são alimentos naturais e industrializados? Saiba mais.
  3. Melhore sua alimentação conhecendo os alimentos in natura

E para mais dicas de alimentação, visite o meu blog da uol Nutrição Sem Neura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *