[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_tjqy"]

horta para apartamento

Por que fazer uma horta para apartamento? Entenda os benefícios

Hoje temos uma enorme oferta de alimentos processados e ultraprocessados, aqueles que são fabricados em indústrias, com uma grande adição de sal, açúcar, óleos, gorduras e aditivos químicos.

Em excesso, esses alimentos podem ser prejudiciais à nossa saúde, e portanto, apesar de podermos consumi-los não devem ser predominantes na nossa alimentação.

Então, nada mais interessante do que aprender a cozinhar mais e porque não produzir os próprios alimentos naturais e ervas através no conforto do seu apartamento e de quebra ser mais saudável. Vamos lá fazer sua horta para apartamento?

Mas antes, por quê fazer uma horta no meu apartamento? A qualidade dos tipos de alimentos

Os alimentos processados estão por toda a parte e são facilmente encontrados em supermercados, cantinas e lanchonetes. Algo muito característico desse tipo de alimento é que neles encontramos muito pouco de sua matéria prima. Por exemplo, em um sorvete de morango industrializado mal percebemos a presença da fruta em si, o que temos em evidência é a essência artificial de morango.

Geralmente são acompanhados de muita publicidade e promoções e parecem mais atrativos que os alimentos  in natura ou minimamente processados.

Estes devem ser a base da nossa alimentação.

Os alimentos in natura são advindos de vegetais ou animais sem sofrer alterações. E os alimentos minimamente processados sofrem pequenas alterações, que no entanto não provocam mudanças significativas na qualidade do alimento (ex.: aipim descascado e embalado a vácuo).

Os alimentos ultraprocessados são formulas de ingredientes industrializados, muitos cosméticos e com quase nada de ingredientes vindo da natureza; eles também podem ter impactos para o meio ambiente.

Para aumentar o consumo de alimentos in natura e diminuir o de alimentos ultraprocessados, uma das coisas que você pode fazer é comprar em feiras livres, mercadinhos e varejões, ou as alas frescas de supermercados, onde são comercializados esse tipo de alimento.

Uma segunda medida é cultivar alimentos orgânicos em casa (veja este post em que falo mais sobre o que é alimentação orgânica). Dessa forma, aumentamos o consumo de alimentos in natura, não utilizamos agrotóxicos, nos tornamos mais independentes em relação ao modo de produção convencional de alimentos e entramos em contato com a natureza, o pode ter efeitos no bem-estar e na redução do estresse. Isso pode ser possível quando temos um quintal, espaço e tempo para isso.

Mas como cultivar alimentos se moro em um apartamento e tenho pouco espaço disponível? É isso que vou mostrar para você aqui. Vamos aprender comigo como fazer uma horta para apartamento?

Mãos à obra: planejando e construindo sua horta para apartamento em 5 passos

Para ter a sua horta para apartamento é preciso escolher o local, separar os materiais necessários, definir o que você gostaria e pode plantar com o espaço disponível e reservar um tempo para cuidar da sua horta.

Pode começar devagar comprando pote de ervas e cuidar no dia a dia; se você gostar, pode seguir as dicas abaixo para construir a horta maior.

1º passo: escolha do local

A primeiro coisa com a qual você deve se preocupar é o local de plantio. É importante que seja ensolarado e com incidência direta de luz (pelo menos 5 horas por dia). Com base no local você deverá determinar se fará o plantio em vasos, no chão ou no parapeito da janela, em cima de algum móvel. Uma horta vertical, com os vasos pendurados em paredes, é também uma ótima solução para otimizar o espaço.

2º passo: separar os materiais necessários

Após escolher o local para a sua horta de apartamento, separe tudo o que você irá precisar para construi-la:

  1. Recipientes. Você pode utilizar vasos plásticos ou metálicos encontrados em lojas especializadas ou materiais reutilizados como garrafas PET, canos, caixas tetra pak, caixas de ovos para servir de sementeira, etc. É importante retirar os resíduos desses materiais, limpando-os adequadamente.
  2. Ferramentas. Pazinhas, ancinho, regador. Para trabalhar com os materiais reutilizados também pode ser importante estilete, tesoura, barbantes ou nylon, caneta para desenhar, etc.
  3. Substrato. Para o substrato você pode misturar areia com húmus, isso pode variar muito, mas recomendo duas partes de areia para uma de húmus. Quando for adquirir o substrato atente-se para as embalagens, pois muitos deles já vêm com fertilizantes químicos, opte pelos naturais.
  4. Sementes. Você pode adquiri-las em lojas especializadas que vendem produtos para agricultura. Preste atenção aos rótulos das embalagens de sementes: verifique a data de validade e certifique-se de que elas não contém agrotóxicos.

3º passo: como plantar?

São várias as formas de plantio. Aqui, vou apresentar para vocês três delas:

  1. Por sementes. A partir das sementes é possível plantar diretamente no vaso ou em sementeiras para formar as mudas que depois serão transplantadas para os vasos maiores. Você pode reaproveitar caixas de ovos para utilizar como sementeiras. Coloque uma quantidade de terra que seja três vezes o tamanho da semente e não bata a terra após cobri-las.
  2. Por estacas. Corte um ramo de cerca de 10 a 15 cm da planta, retirando algumas folhas (para evitar a perda de evaporação) e então coloque a estaca em um vaso com a terra. Ou se preferir, em um recipiente com água para enraizar e depois transplante para o vaso.
  3. Por mudas. Plantas já desenvolvidas podem ser transplantadas para vasos maiores. Ao ser feita a transferência tome cuidado para não danificar as raízes.

4º passo: o que plantar

A escolha do que plantar depende do espaço disponível, e das condições climáticas de onde você mora. Já que estamos falando de uma horta para apartamento, separei alguns temperos, legumes e verduras de fácil cultivo e que necessitam de pouco espaço para se desenvolverem.

  1. Alecrim. Esta planta se desenvolve bem em ambientes iluminados e clima seco. Não necessita de muita água. Você pode plantá-la por sementes em um vaso de cerca de 20 cm de diâmetro e se quiser fazer uma muda da planta já crescida é só tirar um pedacinho de galho e plantar diretamente em solo úmido, por estaca. Cerca de 3 meses após o plantio você poderá fazer a colheita.
  2. Manjericão. Gosta de muita luz. Não se dá bem em temperaturas abaixo de 12ºC. Pode ser plantado em vasos de 20 cm de diâmetro por sementes e a partir de estacas você pode fazer mais mudas. Após 2 meses do plantio já é possível usar o manjericão em preparações culinárias.
  3. Cebolinha. Esse tempero delicioso pode ser plantado o ano todo, por sementes, mudas ou você pode comprar um maço de cebolinha com raízes, cortar três dedos acima das raízes e plantar a parte com as raízes em um vaso. Precisa de sol e de 80 a 100 dias após o plantio é possível colher a cebolinha retirando as folhas necessárias.
  4. Hortelã. Necessita de pelo menos 4 horas de sol por dia. Deve ser regada uma vez por dia. Suporta altas temperaturas e pode ser plantado o ano todo. Espalhe uma quantidade pequena de sementes em um vaso e irrigue. Após 70 a 90 dias pode ser colhida.
  5. Alface. Esta hortaliça também pode compor a sua horta para apartamento. Você deve formar mudas em sementeiras e quando estiverem com 3 ou 4 folhas transplantar para um recipiente maior com cerca de 20 a 30 cm de profundidade. Esta hortaliça precisa de pelo menos 4 horas de luz e geralmente pode ser colhida em 50 a 80 dias.
  6. Tomate cereja. Pode ser cultivada a partir de sementes, plantadas diretamente no vaso, ou por mudas. Precisam de muita luz solar e se adaptam bem em temperaturas amenas. Ao regar evite molhar as folhas, pois isso contribui para o surgimento de fungos. À medida que a planta vai crescendo pode ser interessante utilizar uma estaca de madeira como apoio. Leva cerca de 3 meses para colher.

5º passo: reserve tempo para cuidar das plantas

Para ter uma horta em apartamento, não basta somente plantar. É preciso reservar um tempo para cuidar das suas plantas. Em relação a rega recomendo que esta atividade seja feita pela manhã bem cedo ou ao final da tarde, horários em que o sol não está tão intenso, e não acontecerá uma rápida evaporação da água. Você também precisa atentar-se para a necessidade de podar e também para o momento certo de colher os alimentos.

Busque mais informações em sites, com os vizinhos, amigos e familiares, e selecione receitas para cozinhar com esses alimentos que você mesmo plantou!

Por fim, uma dica final de saúde!

Além de criar sua horta para apartamento, talvez você esteja buscando um acompanhamento mais próximo e profissional para comer melhor e fazer as pazes com a comida. Se for esse seu caso, eu recomendo você conhecer meu curso online Efeito Sophie.

Nele, eu não vou falar sobre as últimas dietas da moda, alimentos milagrosos e fórmulas mágicas de emagrecimento – até porque não acredito em nada disso.

Ao invés, eu vou te ajudar a identificar o seu comportamento e relacionamento diante da comida, chegando ao seu peso saudável por consequência.

A minha missão é fazer com que você possa encarar a alimentação como algo prazeroso, sem estresses e muito menos culpa.

Com algumas dicas práticas, você poderá alcançar o SEU peso saudável, de forma gradual e duradoura.

→ Se inscreva e comece hoje mesmo o curso online Efeito Sophie! ←

Vamos juntos nessa?

Referências:

  1. Manual Básico para implantação de hortas em escolas
  2. Guia Alimentar para a População Brasileira.

E aí, gostou das nossas dicas para horta em apartamento?a, Se sim, provavelmente vai gostar destas aqui que separei para você:

  1. Quais tipos de alimentação saudável são mais eficazes?
  2. O que são alimentos naturais e industrializados? Saiba mais.
  3. Alimentos prejudiciais à saúde: eles existem mesmo?
  • Oi Sophie, você conhece alguém que monta e faz manutenção de hortas em casa?
    obrigada

    • Olá Maria, como vai?
      Acredito ser mais viável você procurar alguém faça essa montagem e manutenção próximo de sua casa. O valor será bem mais atrativo. 😉
      Um abraço, querida.
      Nathália – Equipe Sophie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *