[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_tjqy"]

dieta para aumentar imunidade

Qual a melhor dieta para aumentar a imunidade?

Se você está buscando uma dieta para aumentar a imunidade, já sabe que manter a imunidade alta é fundamental para a nossa saúde. Ela deve estar fortalecida e alerta para distinguir os sinais de perigo e combater qualquer invasor.

Uma boa alimentação é importante para que todas as células, tecidos, órgãos e sistemas do nosso corpo funcionem da melhor forma possível. Isso inclui o sistema imunológico, que também é influenciado por diversos fatores, como idade, sono, estresse e prática de atividade física.

Com a pandemia da COVID-19, parece ter crescido a preocupação em fortalecer as defesas do corpo e, talvez por esse motivo você esteja em busca de uma dieta para aumentar a imunidade.

Aqui, vou mostrar qual a melhor opção para você ter uma boa imunidade e ter mais proteção contra doenças, como a causada pelo novo coronavírus.

Vamos lá?

Dieta para aumentar a imunidade não pode ser restritiva

Quando falamos em dieta, geralmente pensamos em restrição alimentar. E como você sabe, sou contra as restrições alimentares.

Então, se você está em busca de uma dieta para aumentar a imunidade que indica  “alimentos permitidos”, “proibidos” e regras para seguir à risca, não recomendo esse caminho. Uma dieta restritiva não é a melhor opção para fortalecer o seu sistema imune.

O infográfico abaixo mostra porque esse tipo de dieta não é sustentável:

dieta para aumentar imunidade

Continuando a lógica, muita gente pensa que uma alimentação com poucas calorias (com isso quero dizer, menos energia do que o nosso corpo precisa) é o caminho para a saúde.

Mas a verdade é que a restrição de nutrientes e calorias pode levar a mudanças na imunidade, deixando o corpo mais exposto a infecções.

Quanto mais o sistema imunológico precisa trabalhar, mais energia ele demanda, como acontece nos períodos de infecção.

Essas demandas por energia e nutrientes são atendidas pela alimentação e pelas reservas do corpo. Dessa forma, o corpo necessita de um bom aporte energético para dar apoio às funções das células de defesa e permitir respostas efetivas contra os agentes causadores de doenças (bactérias, vírus, fungos, etc).

Uma dieta para aumentar a imunidade, que apresente restrições alimentares, provavelmente não irá fornecer todos os nutrientes nem a energia que o corpo necessita diariamente para desempenhar suas funções adequadamente. Nesse caso, substâncias, vitaminas e minerais importantes para a imunidade podem faltar.

Também é bom lembrar da relação entre estresse e saúde. O estresse interfere negativamente na imunidade e uma dieta restritiva é bastante estressante para o nosso cérebro, como mostro nesse vídeo:

Mas não existem alimentos bons para a imunidade?

Existem muitas vitaminas e minerais, entre outros nutrientes, que podem desempenhar papéis bem importantes no desenvolvimento, manutenção e ação da nossa imunidade, atuando nas células de defesa, na modulação da resposta imune e como antioxidante.

Vou dar alguns exemplos desses nutrientes e onde podem ser encontrados:

  • O selênio presente em grandes quantidades na castanha-do-Pará.
  • A vitamina A, que encontramos em vegetais amarelos e alaranjados.
  • A vitamina E que tem o abacate, amendoim e óleos vegetais como fontes alimentares.
  • A vitamina C que podemos ingerir em boas quantidades com o consumo de frutas cítricas (laranja, limão, tangerina).
  • A vitamina D, encontrada em peixes, como salmão e atum, ovos, e também sintetizada a partir da exposição aos raios ultravioletas do sol.

No entanto, nenhum desses nutrientes nem os alimentos que os contêm podem ser responsáveis, isoladamente, pela nossa imunidade.

Para fortalecer a imunidade não podemos focar em apenas um ou alguns nutrientes ou nos alimentos para aumentar a imunidade. Sozinhos eles têm pouca eficácia, mas juntos, compondo uma alimentação variada podem contribuir para a nossa saúde e ajudar na proteção contra doenças.

7 dicas de alimentação durante o isolamento social

Em vez de uma dieta para aumentar a imunidade acredito que o mais importante nesse momento é ter uma alimentação saudável, comendo de tudo, sem restrições. Por isso, separei para você 7 dicas, com base em recomendações da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), que podem te ajudar a ter mais saúde e melhorar a imunidade:

dieta para aumentar a imunidade

  1. Fortaleça seu sistema imunológico por meio da alimentação. Coma de forma variada alimentos de qualidade e aumente o consumo de frutas e legumes que apresentam muitas vitaminas e antioxidantes importantes no combate a infecções. Veja aqui como higienizar frutas e verduras na pandemia.
  2. Faça seu orçamento render. Que tal comprar os alimentos de acordo com a estação? Geralmente eles têm preços mais acessíveis. Você também pode planejar as compras e dar uma olhada na despensa e na geladeira para evitar a compra de produtos que não serão usados e que podem estragar.
  3. Compre alimentos perecíveis. Eles são muito importantes para termos uma boa alimentação, mas é preciso alguns cuidados para evitar que estraguem e gerem desperdício. Limpe, corte e congele o que não será usado em breve. Assim, vão durar mais e estarão prontos para serem usados no preparo da próxima refeição.
  4. Não jogue fora suas sobras. Se você cozinhou a mais e sobrou comida, uma boa opção é congelar para ser consumido na próxima refeição. Além de evitar o desperdício é um modo prático de ter comida pronta quando precisar.
  5. Beba bastante água. A hidratação é muito importante para a nossa saúde. Fique atento aos sinais do seu corpo e não esqueça de se hidratar ao longo do dia.
  6. Planeje sua compra. Não estoque grandes quantidades de comida. Em vez disso, compre o que for necessário e justo. Essa é uma forma de respeito com os outros consumidores, de evitar desperdício e de melhorar a economia da sua casa.
  7. Cozinhe em família. Tenha o isolamento social como uma oportunidade de cozinhar em casa. As crianças também podem participar e ajudar nessa tarefa. Assim, toda a família come mais comida fresca e caseira e pode aproveitar o momento para adquirir hábitos alimentares mais saudáveis.

Dica final sobre dieta para aumentar a imunidade

Em vez de buscar por uma dieta para aumentar a imunidade específica, siga as recomendações do Ministério da Saúde. Adote medidas de higiene e fique em casa, comendo melhor com prazer e sem culpa.

E se você precisa de ajuda para colocar essas dicas em prática, te convido a dar uma olhada no curso online Efeito Sophie.

Nele, eu não vou falar sobre as últimas dietas da moda, alimentos milagrosos e fórmulas mágicas de emagrecimento – até porque não acredito em nada disso.

Ao invés, eu vou te ajudar a identificar o seu comportamento e relacionamento diante da comida.

A minha missão é fazer com que você possa encarar a alimentação como algo prazeroso, sem estresses e muito menos culpa.

Com algumas dicas práticas, você poderá alcançar o SEU peso saudável, de forma gradual e duradoura.

Se inscreva e comece hoje mesmo o curso online Efeito Sophie!

Vamos juntos nessa?

Referências

Se gostou deste artigo sobre dieta para aumentar a imunidade, provavelmente vai adorar ler estes posts que separei para você:

  1. Qual é a melhor dieta para emagrecer?
  2. Como emagrecer comendo?
  3. O que são antioxidantes naturais? Como funcionam?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *