[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_tjqy"]

Comer para emagrecer. Sim, essa é a fórmula!

Ao longo da vida, é normal ganhar alguns quilos pouco a pouco. Por exemplo, para muitas mulheres aos 30 anos, pode ser normal ganhar peso, especialmente porque essa é uma idade na qual a maioria das mulheres fica grávida, concilia trabalho com família e muito cansaço. O corpo feminino lida bem com a gravidez e, se você confiar nele, logo estará de volta quase ao seu peso inicial, talvez um pouco a mais. Muitas mulheres têm certeza de que ter filhos engorda. Posso dizer o seguinte: o corpo muda, certamente você vai ser outra pessoa, mas não necessariamente ficará mais gorda. O processo para recuperar o peso envolve comer para emagrecer. Explicarei melhor a seguir.


Recebo muitas mulheres jovens que fazem dietas desde a infância e que não se lembram de terem tido uma relação feliz com o comer. Elas não sabem o que é o prazer de comer, porque parece que ter prazer significa gula ou compulsões e ganho de peso.

Basicamente, na maior parte do tempo, o meu trabalho consiste em acompanhar as pessoas na aceitação de escutar e respeitar a fome. É um trauma para elas que têm o hábito de fazer restrições. Eu preciso ser muito convincente para que confiem em mim, mas elas geralmente sentem um alívio e bem-estar, o que é o primeiro passo para fazer as pazes com a comida.

Veja também:

Dieta restritiva provoca efeito sanfona. Comer para emagrecer funciona!

A ditadura da magreza faz com que muitas mulheres, cada vez mais jovens, procurem controlar o peso e a massa gorda através de dietas restritivas. Elas ficam tão preocupadas com regimes e se atentam demais às restrições ao invés de ter a satisfação do comer. Isso provoca o começo de um ciclo infernal de dietas e remédios para controlar o corpo, em vez de deixar que ele vá na direção em que se sente mais saudável.

Um leve ganho de peso na vida é saudável. Nas pessoas de idade, por exemplo, quem tem um pouco de gordura tem mais condições de sobreviver às doenças e às dificuldades de saúde, como cirurgias. Aqui estamos falando de alguns quilos, não de 20 ou 30 quilos!

Agora, com a minha experiência, vejo que as pessoas acreditam em mim ou pelo menos me dão uma chance quando eu explico a elas que comer para emagrecer funciona sim! Quando percebem o quanto estão melhores, aí já significa que obtive certa vitória. Depois, é só ter paciência, o que infelizmente não é fácil para muitas pessoas, porque elas se lembram de terem perdido muitos quilos rapidamente com algumas dietas. Mesmo sabendo que ganharam todo o peso de volta depois, permanece a ilusão do que é possível emagrecer muito rapidamente e manter.

Quanto mais o corpo sofre com esse efeito sanfona (ciclos repetidos de perda e ganho de peso), quanto mais idade a pessoa tiver, mais perto da menopausa (no caso das mulheres), mais tempo demora para resgatar um equilíbrio saudável. As pessoas precisam se lembrar de que sua genética não era ser gorda, mas que sua vivência de dietas e remédios a fez despertar, ligando os genes do ganho de gordura.

Na verdade, todos necessitam entender que só é preciso de bom senso e saúde para entrar em forma!

As dietas restritivas não funcionam de maneira saudável. Agora que você sabe que o caminho para perder peso é comer para emagrecer, aproveite para entender melhor como funciona o meu programa. Através do método Efeito Sophie, te ensino a transformar sua relação com a comida e a voltar a escutar os sinais do seu corpo. São seis semanas com vídeos e materiais que vão explicar sobre hábitos alimentares, e como recuperar o prazer de comer. Saia do efeito sanfona e entre no Efeito Sophie!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *