[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_tjqy"]

Dieta saudável para emagrecer

Dieta saudável para emagrecer: respeite seu corpo e suas necessidades

O mercado da boa forma nos rende novidades diariamente: toda hora aparece uma nova solução para mandar os indesejados quilos a mais embora. No entanto, se existisse uma dieta saudável para emagrecer que atendesse a todo mundo, ninguém estaria acima do peso!

O senso comum nos diz que basta fechar a boca e malhar para conseguir alcançar o corpo desejado; ou então, passar por grandes privações, pois, caso contrário, você não tem força de vontade nem disciplina suficiente para “merecer” perder peso.

Esta busca por um “comer perfeito”, por um “corpo perfeito”, é chata, frustrante e cansativa. Porque é um processo que envolve muita culpa, e isso definitivamente não é algo positivo para o seu bem-estar. E isso pode até fazer você engordar a longo prazo, sabia?

Quando falamos em dieta saudável para emagrecer, o ideal seria repensarmos nosso estilo de vida de uma forma mais ampla. Rever hábitos, rotinas, gostos, e, sobretudo, a saúde como um todo. Então, hoje quero ajudá-lo a pensar em dieta de uma forma mais leve e prazerosa. Que tal?

Coloque qualidade, sabor e prazer no seu prato!

O conceito de dieta, como é vendido hoje em dia, está na direção radicalmente oposta à sensação de prazer ao comer – que é fundamental no nosso bem-estar. Por isso que é tão difícil sustentar dieta por muito tempo. Ninguém consegue ficar a vida toda na privação, e isso não é sinal de falta de disciplina!

A coisa mais normal do mundo é falhar diante destes regimes alimentares muito radicais. Aliás, as pesquisas mostram que 95% das pessoas falham em fazer dieta restritiva, ou seja: todo mundo!

Por isso, defendo uma abordagem mais moderada, focada na saúde e bem-estar, e não somente no peso. Para mim, uma dieta saudável para emagrecer é aquela que inclui mais comida fresca e caseira, com alimentos in natura ou minimamente processados, deixando os ultraprocessados entrar na rotina em menor quantidade. Mas também não precisa cortar de vez! Você pode comer de tudo desde que tenha paz com a comida e isso te leva à moderação e equilíbrio.

E você pode criar receitas deliciosas com comida de verdade. O Brasil é muito rico na oferta de legumes, verduras, frutas e grãos. Se você anda sem inspiração, visite a feira mais próxima de sua casa e converse com os feirantes. Eles estão sempre dispostos a trocar ideias de receitas! Aproveite também para conferir a área de receitas do meu blog para ter algumas ideias!

Faça as refeições principais com variedade e qualidade e permita-se satisfazer suas vontades. O que é um pedaço de bolo caseiro no café da tarde, ou um chocolate depois do almoço, se você tem uma alimentação equilibrada? Por que o doce virou um pecado, ou vilão da alimentação?

A partir do momento que você entende isso, vivenciará uma transformação importante: não vai sentir necessidade de “chutar o balde” toda hora, ou fazer “despedida da comida” um dia antes de começar de novo a dieta. E você verá que os episódios de exagero vão diminuir consideravelmente.

Dieta saudável para emagrecer: além do prato!

Eu sempre menciono nos meus textos a importância de mudar o comportamento diante da comida. Porque de nada adianta você melhorar a qualidade do seu prato e continuar com a mentalidade voltada para os modismos alimentares.

Se você quer uma dieta saudável para emagrecer, precisa se desapegar dessa ideia de que existem alimentos bons ou ruins, e fazer um verdadeiro “detox” das coisas que você lê nas revistas, sites e perfis de instagram! Passe a confiar mais no seu corpo, nos seus instintos. Se ouvir mais.

Está com fome? Coma. Está satisfeito? Então não precisa repetir! Perceber estes sinais é uma habilidade que nasce com a gente, mas vamos perdendo ao longo do tempo. A boa notícia é que é possível recuperá-la, desde que você passe a comer com mais atenção, sem distrações, e realmente se entregando ao momento e se respeitando.

Escolhi uma definição do Guia Alimentar para a População Brasileira sobre alimentação, para consolidar essa ideia de que o ato de comer saudável vai além do prato. Veja só:

Alimentação diz respeito à ingestão de nutrientes, como também aos alimentos que contêm e fornecem os nutrientes, a como alimentos são combinados entre si e preparados, a características do modo de comer e às dimensões culturais e sociais das práticas alimentares. Todos esses aspectos influenciam a saúde e o bem-estar.

Isso quer dizer que, além da qualidade nutricional, outros aspectos também contam para a manutenção da nossa saúde. O ato de comer é fisiológico e também psicológico!

Resumindo: dieta saudável para emagrecer nada tem a ver com cortar glúten, lactose (exceto em casos comprovados de intolerância), farinha branca, gordura, açúcar ou sal. Você pode consumir tudo isso, com prazer e sem culpa, desde que faça as pazes com a comida e assim aprenda a comer com moderação, ouvindo seu corpo!

Bon appétit!

Apresentamos aqui algumas dicas para você que busca dieta saudável para emagrecer, aproveite e leia também:

Que tal conhecer meu método Efeito Sophie, que ensina a transformar sua relação com a comida e a voltar a escutar os sinais do seu corpo? São seis semanas com vídeos e materiais que vão explicar sobre hábitos alimentares, e como recuperar o prazer de comer. Saiba mais!

  • Boa noite Sophie, sou especialista em nutrição clinica, sou formada há 11 anos. Gosto muito de tudo que vc fala é concordo plenamente. Por mais que saibamos das coisas, é sempre melhor ouvir do outro. Apesar de ser nutri, vivo brigando com a balança. Mas dessa vez acho que encontrei o caminho, pois adoro comer e restringir alimentos me faz ficar deprimida, portanto sigo uma dieta saudável, porém como meus bolos no café e respeitando minha fome, mas como já fiz 50 anos temo não perder os 10kg de gordura,que preciso perder. Você pode me ajudar?

  • Outro dia assisti o documentário da artista Taylor Swift e percebi que até as artistas sofrem com o padrão de corpo e beleza que elas mesmas lançam moda. Isso ficou muito claro pra mim, tanto que sempre falo pras moças jovens ficarem em paz com seus corpos e não tentar parecer uma modelo. Aquilo não é saudável, as modelos sofrem para viver daquela maneira. Não acho que uma adolescente com vida social deva se submeter a isso. Tem que ir ao cinema, comer batata frita com os amigos, passear. É a minha percepção. Como já não sou nenhum “guri” cuido da alimentação para manter a saúde, uso as tecnologias no celular pra me lembrar de beber água e sair para caminhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *