[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_tjqy"]

Dica 7 – Fuja do terrorismo nutricional

Sofremos de terrorismo nutricional, que demoniza alimentos e vem apoiado num discurso supostamente científico – mas que, muitas vezes, não passa de pseudociência – é o que chamo de “nutricionismo”. É um termo inventado por Gyorgy Scrinis, professor de Política Pública de Alimento e Nutrição na Universidade de Melbourne, Austrália, a partir da junção de “nutrição” e “cientifismo” (excesso de ciência).

Pois é! Escutamos cada vez mais falar de novas novas regras, produtos milagrosos, ou uma demonização de outros, o que chamo de modismos. As revistas e as mídias sociais estão cheias de terrorismo nutricional. Blogs fitness que espalham essa pseudo-ciência estão atraindo milhões de fãs, especialmente jovens.

Parece que alimentar-se virou perigoso!

Cansada de sofrer com dietas e não conseguir o resultado desejado? Descubra como emagrecer de forma sustentável!

Vamos voltar para o bom senso e se livrar desse terrorismo nutricional?

Comer, como algo tão essencial, que precisamos fazer várias vezes ao dia, com prazer e satisfazendo nossa fome, virou um fator desencadeante de ansiedade, de estresse e algo que nos faz sentir tanta culpa?

Dica7

Denunciei isso em uma entrevista fantástica muito bem escrita pela Renata Lacerda de Vitória, ES, em maio de 2014 e o artigo virou viral na internet!! Vivemos hoje um terrorismo nutricional. As pessoas não sabem mais o que comer. Foi a minha primeira grande entrevista e deu início a minha cruzada para espalhar pelas mídias sociais e a internet a minha mensagem de “comer melhor e não menos”, de fugir das dietas restritivas e do terrorismo nutricional.

Depois desse artigo, comecei a receber muitos depoimentos de pessoas do Brasil inteiro contando o quanto esse terrorismo nutricional acabou com o bem-estar e as vezes a saúde deles.

Estou feliz de ver que o termo “terrorismo nutricional”, que fui a primeira a usar no Brasil, hoje em dia é procurado no Google algumas centenas de vezes por mês. Isso quer dizer que a minha mensagem está sendo espalhada!

Vamos procurar o bom senso e lembrar que não têm alimentos bons e alimentos ruins, não têm alimentos que emagrecem de vez ou engordam sozinhos, não existem alimentos que curam o câncer ou causam ele, e não deveríamos demonizar alimentos mas sim fazer as pazes com eles. Existem alimentos. Podemos comer de tudo, mas não tudo!

Veja este vídeo para rir e não chorar!
Nutricionista – Porta dos fundos

Bon appétit!

Projeto Verão Sophie: Todo dia de novembro uma nova dica. Clique aqui para saber mais e achar as outras dicas.

  • Ótima matéria tudo, bem que devemos comer com moderação, más esse terrorismo nutricional já passou dos limites faz tempo eu não ficaria surpreso se uma dessas aves agourentas de plantão saísse gritando por ai que beber água provoca diabetes ou que comer carne seca em noite de lua cheia provoca dor de barriga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *