[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_tjqy"]

Receita de Crepe Francês

Receita de crepe francês

Crepes são muito fáceis de fazer e bem gostosas. Que tal ter essa experiência em casa mesmo? Aprenda a receita de crepe francês presente no livro O Peso das Dietas (páginas 297 e 298) e faça refeições práticas e deliciosas.


Crepe francês no almoço ou lanche

O crepe é muito prático de fazer, por isso é uma ótima receita para se aprender. Sem contar que ele pode servir como um almoço, lanche ou uma sobremesa. Tudo depende do recheio que você escolher. Mas no fim nem importa, esse é um prato delicioso de se fazer e comer.

Ingredientes para preparar a receita de crepe francês

  1. 250g de farinha
  2. 2 ovos
  3. 500ml de leite
  4. 2 colheres (sopa) de óleo ou manteiga
  5. Uma pitada de sal

Modo de preparo

Pegue uma tigela e misture a farinha com os ovos

Acrescente aos poucos o leite e bata para que não fiquem grumos

Depois, adicione o óleo ou a manteiga e o sal

Ao terminar a massa, coloque um pouco de manteiga em uma frigideira para derretê-la

Pegue mais ou menos uma pequena concha de massa e coloque na frigideira

Espalhe para obter um crepe bem fininho e, quando dourar de um lado, vire para dourar o outro lado

Deixe os crepes bem finos e depois é hora de recheá-los. Para os doces, você pode escolher geleia, mel e doce de leite que são bem gostosos, sem exagerar na quantidade, claro! Para os salgados, queijo com presunto ou queijo com tomate e orégano são ótimas opções.

Use os ingredientes desta receita de crepe francês e tente deixá-los o mais fino possível. Apesar de existir uma moda de fazerem a crepioca (uma mistura de crepe com tapioca), a massa fina deixa ele ainda mais delicioso. Experimente outros recheios também e lembre-se de que a graça de cozinhar é descobrir receitas novas. Então, não perca tempo e explore os seus dons culinários.

Conheça meu método que ensina a transformar sua relação com a comida. São seis semanas com vídeos e materiais que vão desmistificar os mitos da nutrição e explicar sobre hábitos alimentares e como recuperar o prazer de comer. Faça como centenas de participantes já fizeram: saia do efeito Sanfona e entre no Efeito Sophie!

Veja também outros conteúdos especiais:

Compartilhe, escolha a sua plataforma!

Postagens Relacionadas

  • Aprecio muito seus comentários sobre nutrição, pois meu sistema é bem como você fala (e estou muito bem de peso apesar de comer muito bem e com muito prazer e não abrir mão de meu vinho). Também tenho apreciado os desastres destas dietas restritivas – além de viverem sem prazer de comer e em constante “état de manque”, as pessoas logo retomam o peso que perderam.
    Um comentário, que é mais uma curiosidade. Porque você, ainda mais sendo francesa, não recomenda a farinha de sarrasin para a crêpe com recheio salgado, como é na França e na Suíça (que são países onde moro parte do ano)? Além de mais gostoso, o trigo sarraceno tem IG menor do que a farinha branca, aliás, eu não gosto de farinha branca, uso sempre integral ou de outros grãos, com resultados deliciosos e mais saudáveis. Apesar de comer de tudo, prefiro os não refinados. Por que você não favoriza os não refinados ? e outras farinhas com menor índice glicêmico e mais fibra, tipo farine de chataigne, de banana verde, de coco, amêndoas moídas ? Faço meus healthy muffins só com essas e ficam deliciosos – jamais de la farine blanche. Mesmo arroz e massa, só gosto integral – e você não acha que são mais saudáveis ? Merci de votre attention !

    • Foto de perfil do Facebook

      Olá Berenice! Obrigada pelos elogios! Fico muito contente em saber que consigo ajudar outros!
      Não mencionei “farinha de sarrasin” (mais conhecida no Brasil como farinha de trigo sarraceno ou trigo mourisco) porque é algo difícil de se encontrar no Brasil, mas sem dúvida gosto muito de crepes salgadas feitas dessa farinha. Me lembram da minha infância na Bretanha!
      Quanto ao uso de farinha, arroz ou macarrão integrais, deixo ao critério de cada um. É verdade que eles têm mais fibras do que os não-integrais, mas existem muitas outras fontes de fibras nos alimentos (verduras, legumes, frutas, nozes, …). Se você gostar de farinha ou arroz integral, ótimo! Muita gente não gosta. É importante você gostar do que come!

  • Olá! Fiz essa receita de crepe e adorei, pretendo repetir sempre. Mas fiquei com uma dúvida: os crepes prontos, antes de rechear, podem ser conservados alguns dias na geladeira? Eu fiz a receita toda e sobrou. Usei no dia seguinte, no café da manhã, mas fiquei com receio de deixar mais dias… Obrigada!

  • Essa massa pode ser feita numa crepeira? Devo colocar uma concha inteira,pois ela é grande.? Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *