Marcia Auf – Professora

Marcia Auf – Professora

Bom dia a todos! Faz 1 ano e meio que entrei no método. Acredito que como muitas aqui acabei interpretando o método de outra forma. Primeiro liberei geral. Comi tudo que via pela frente. Toda a restrição de dietas nada saudáveis veio a toda. Comi como se não houvesse amanhã, já que a filosofia do método é: Não faça dietas. Pois bem,depois de ter comido o mundo veio a fase de negação. Tentei voltar a tentar realizar as famosas dietas restritivas, fui inclusive em um médico doido que me receitou sibutramina e outros remedinhos. Fui na farmácia de manipulação, gastei quase 400 reais em remédios e quando os mesmos ficaram prontos, tive medo de tomá-los. Joguei tudo no vaso sanitário. Enfim,a sensação de fracasso veio mais uma vez. E assim foi 2017. Um misto de revolta e tentativas frustradas de dietas nada saudáveis. Chegou o fim de 2017 e prometi a mim mesma que 2018 seria diferente, que colocaria em primeiro lugar a saúde. Voltei pra cozinha e estou me redescobrindo como uma cozinheira de mão cheia. Não estou me privando de uma boa comida, resolvi selecionar melhor o que como,olhando sempre os rótulos,sem abrir mão de um sábado de pizza com a família. Se antes comia uma pizza inteiro, como dois pedaços devagar,sentindo o sabor do alimento. Uma dica muito preciosa: Coma devagar!!!!! Saboreie o alimento. Faca do horário da alimentação um ritual, onde vc é a parte mais importante. Foi a duras penas, mas parece que o método entrou em minha mente. Foi a primeira vez em anos que não engordei nas festas de fim de ano, pelo contrário, emagreci 2kg. Hj voltei pra academia. Acabei de chegar, me senti tão bem! Não gosto dessas academias convencionais, pra mim é chato, não combina com meu perfil. Comecei nessas academias só para mulheres, com duração de meia hora. Além do circuito de meia hora, tb tem aulas de dança, zumba, etc, e eu como uma autêntica geminiana não gosto de mesmices. Sinto que uma nova fase em minha vida está iniciando.
2018-08-17T15:47:06+00:00