Thatiane Hamada

Thatiane Hamada

Olá! Faz mais de dois anos que iniciei o programa e até hoje sinto o quão difícil é me livrar de vez dos extremos e do pensamento da dieta. Final do ano passado voltei a fazer terapia e também encontrei uma nutricionista que me identifiquei para acompanhar meu processo de cuidado com o corpo. Com a terapia descobri que passei por um processo depressivo em 2016. Sim, foi um ano de mudança de cidade, de largar tudo para trás e começar uma nova vida, mas também foi um ano difícil pois engordei muito e isso me desmotivou a fazer muitas coisas. Enfim, 2017 foi um novo ano de mudanças. Novo emprego, novas metas e o desejo do corpo magro continuava. Eu tinha chegado ao máximo do meu peso. Aos poucos fui resistindo à dietas da moda. Pesquisava sobre paleo, low carb e não tinha coragem de embarcar nessa de novo. Só conseguia pensar: e se eu engordar tudo de Novo? Fui à clínicas estéticas que prometiam a revolução dos pés à cabeça, Mas pensava "Isso é muito dinheiro para querer o corpo magro que não vou conseguir manter pq o dinheiro acabou". Por fim, voltei ao ponto de partida do programa. Recomecei. Primeiro atenção. Nutrição acompanhada. Até que veio a terapia e ela tem me salvado dos meus excessos e polarização de comportamento. Hoje, depois da minha sessão, gostaria de compartilhar que emagreci 3kgs nesses dois meses. Emagreci porque busquei o equilíbrio, pq quis caminhar ouvindo uma trilha sonora maravilhosa, porque em vez das 6 sobremesas comi um pedaço de uma, porque estou falando meus sentimentos e não engolindo, porque digo não aos extremos, porque voltei a meditar e a orar, porque estou fazendo o bom e não me cobrando o ótimo. Comi big mac, fui em rodízio de comida japonesa, Mas também escolhi comer omelete na janta ou quinoa com abobrinha. Hoje depois da sessão anotei uma frase que a psicóloga separou para eu me lembrar sempre: "o ótimo as vezes é inimigo do bom!" A minha última dificuldade era voltar à academia, musculação porque sei que é bom pra mim e eu gosto. Então amanhã cedo resolvi ser somente boa. Apenas ir... escolher ir e fazer o bom, porque meu bom é suficiente e escolher é o verbo importante pra mim. Escolhi a paz e o equilíbrio, mas hoje sei que preciso de auxílio de profissionais porque não é fácil combater todas as pressões e comparações e padrões, não é fácil se amar... mas eu escolhi me amar mesmo assim.
2018-08-17T16:20:05+00:00