[addthis tool="addthis_inline_share_toolbox_tjqy"]

o que é efeito sanfona

Perde peso, ganha peso: entenda o que é efeito sanfona

Convenhamos: perder peso não é das tarefas mais simples da vida. Mas manter o peso perdido é um desafio ainda maior! E o que é o que é efeito sanfona? É justamente essa oscilação dos quilos que vão e voltam e deixam as pessoas malucas com tanta mudança de manequim, engordando ao longo do tempo.

É difícil mesmo viver assim. Um mês você entra naquela calça jeans que adora. Já no mês seguinte…não consegue fechar. Aí faz um esforço para entrar em um vestido para um evento especial. Mas, passa a festa, eles voltam: os tais quilinhos que você, com tanto esforço, tinha mandado embora.

Para muitas pessoas, este ciclo sem fim se repete ao longo de anos. Às vezes, durante uma vida toda. Especialmente entre os que vivem de dieta! No entanto, nem todo mundo se interessa sobre o que é efeito sanfona e como ele se instaura no nosso corpo.

Porque a euforia de emagrecer é realmente algo mágico, e muita gente não pensa em como vai fazer para sustentar o “novo corpo” depois de perder alguns quilinhos com alguma dieta restritiva. Mas é importante tentar entender a origem dessa oscilação para preveni-la. Sim, é possível sair do efeito sanfona! Então vamos por partes.

O que é efeito sanfona e como ele começa?

O efeito sanfona, como dito acima, é esse “vai e vem” de quilos, ou seja, a dificuldade de manter-se no seu peso saudável. Eu diria que mais importante do que entender o que é efeito sanfona, é saber onde ele começa. E o maior causador desse fenômeno são as dietas restritivas!

O famoso ciclo do “engorda-emagrece” ocorre quando a pessoa resolve mudar um padrão para um estilo de vida muito difícil de sustentar a longo prazo. E quanto mais drástica for a perda de peso, mais traumático é para o corpo.

Radicalismos como a redução extrema de calorias, ou a eliminação de grupos alimentares inteiros do dia a dia acabam assustando o corpo. Essa restrição emagrece, claro. Mas é difícil manter-se por muito tempo na privação. Vamos a um exemplo prático.

Uma pessoa resolver cortar todo o carboidrato da alimentação. Vai emagrecer? Vai. Aí vem aquela sensação: “puxa, valeu a pena”. Mas dá para passar o resto da vida sem carboidrato? Sem pão, sem macarrão, sem pizza? Aos poucos, ela vai voltar a comer e até pode perder o controle e comer demais. E voltar a engordar.

O segredo não é restrição/dieta, mas procurar comer melhor. Conheça o Efeito Sophie!

Bagunça metabólica
Também precisamos prestar atenção à forma como as dietas mexem com nosso metabolismo. Durante a privação de comida, o corpo fica em estado de alerta. Voltando ao exemplo acima: se você corta todo o carboidrato da alimentação, o que o seu cérebro vai entender? “Opa, tem alguma coisa errada aqui. Estamos em um período de escassez! Precisamos economizar energia e lembrar de comer!”.

Em outras palavras, isso quer dizer que seu corpo vai armazenar gordura para garantir as funções vitais, a produção de hormônios…para que você se mantenha vivo! E também vai fazer com que você fique obcecado por comer e, principalmente, pelos carboidratos que faltaram… Seu corpo não sabe que você está de dieta porque quer entrar num vestido. Para ele, dieta só significa uma coisa: perigo! Com isso, o metabolismo fica mais lento, o corpo fica mais econômico.

Mais cedo ou mais tarde, o carboidrato vai voltar para a alimentação. Porque ninguém consegue passar tanto tempo se privando dessa forma! E com o metabolismo lento e um apetite feroz, fica mais difícil manter o peso perdido. E aí, quem aparece de novo? Os quilos que haviam sido eliminados.

Então, por mais improvável que pareça, a melhor forma de colocar fim neste ciclo e sair do efeito sanfona é: comendo!

Saia do efeito sanfona e entre no efeito Sophie!

Agora que você já entendeu o que é efeito sanfona, vou deixar algumas dicas sobre como eliminá-lo de sua vida. A primeira você já entendeu: fuja das dietas restritivas.

Melhor do que perder dez quilos em poucas semanas com uma dieta “milagrosa”, é eliminar o peso aos poucos, até chegar no seu peso saudável, mas a partir de uma transformação de hábitos alimentares. Sendo assim:

  1. Coma melhor, não menos: excluir totalmente alimentos da sua vida, só porque você acha que eles “engordam”, só aumenta os episódios de exagero. Então ao invés de eliminar totalmente o açúcar ou a gordura, por exemplo, experimente diversificar sua alimentação. Incluindo mais alimentos in natura e diminuindo o consumo dos ultraprocessados!.
  2. Transforme sua relação com a comida: evite pensar em alimentos como bons ou ruins. Você pode comer de tudo, mas não tudo! Faça as pazes com a comida.
  3. Coma com atenção plena: o momento da refeição é sagrado. Evite os estímulos, preste atenção ao que está levando até a boca, sinta os sabores. Dessa forma, você vai passar a comer com mais moderação e o que é melhor: com mais prazer e sem culpa.

Bon appétit!

Não entre em dietas restritivas. Neste vídeo eu explico um pouco mais sobre efeito sanfona. Agora que você conhece melhor o que é efeito sanfona, aproveite para aprofundar também em:

Que tal conhecer meu método Efeito Sophie, que ensina a transformar sua relação com a comida e a voltar a escutar os sinais do seu corpo? São seis semanas com vídeos e materiais que vão explicar sobre hábitos alimentares, e como recuperar o prazer de comer. Saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *